CIIM 2016

Brasil

Manaus

  • Regulamento

    a) Os objetivos

    Promover o pensamento matemático de estudantes universitários em países da América Latina.

    • Descobrir, incentivar e propor desafios para talentosos jovens universitários.


    • Formar líderes em matemática para transmitirem seus conhecimentos para suas universidades.

    • Criar oportunidades para troca de informações entre estudantes e universidades participantes.

    • Criar um ambiente propício para o desenvolvimento de uma competição entre diferentes universidades da América Latina.

    • Incentivar e apoiar a participação das universidades nas competições de matemática.


    b) Teste

    A competição consiste em dois testes contendo três problemas cada, com duração de quatro horas e trinta minutos cada teste.

    Cada problema vale 10 pontos.

    Os problemas propostos devem abranger diferentes áreas da Matemática, com diferentes graus de dificuldade.

    Os problemas colocados pelas universidades participantes estarão sujeitos a revisão por uma comissão de seleção e formarão uma pequena lista a partir da qual o júri irá escolher para aplicação no exame. Este júri é composto por representantes de universidades e presidido por um funcionário designado pelo membro do comitê organizador.

    Durante a primeira meia hora do exame, os alunos podem fazer perguntas (por escrito) relativos aos enunciados dos problemas.

    Não é permitida a entrada de livros ou qualquer documento ou calculadoras para a sala de teste.

    A língua oficial do evento é o espanhol.

     

    c) Coordenação das provas

    Cada líder de equipe irá ajudar a corrigir as provas dos demais competidores, atribuindo tribunais de qualificação.

    As pontuações em cada tribunal serão feitas de forma anônima.

    Depois de feitas as correções, o líder receberá as pontuações atribuídas aos seus alunos. No caso em que um líder não esteja de acordo com as pontuações propostas na correção anônima, poderá levar a discordância sobre as pontuações para discussão perante os respectivos grupos de coordenação.

    Se um líder não entrar em acordo com as equipes de coordenação em relação a pontuação, ele será encaminhado em primeira instância ao chefe de coordenação, que faz parte da organização.

    Se um líder não entrar em acordo com o chefe de coordenação, ele será encaminhado para a segunda e última instância, onde um júri determinará a decisão final.

     

    d) Participação

    Todos os países da América Latina podem participar através da formação de uma equipe constituída numa faculdade ou de uma equipe por país. As equipas são constituídas por um máximo de 4 alunos e um líder.

    Os competidores não devem ter diploma universitário em nível de graduação (ou equivalente) e devem estar matriculado em uma universidade como estudante universitário de graduação.

    Só em condições especiais serão aceitas mais de uma equipe por universidade. Nesse caso, a segunda equipe deverá cobrir todas as suas despesas.

     

    e) Premiação

    Todos os participantes receberão um Certificado de Participação.

    Os prêmios serão: Medalha de Ouro, Medalha de Prata e Medalha de Bronze.

    O número total de premiações não excederá dois terços do número de alunos participantes, e as medalhas de ouro, prata e bronze serão distribuídos aproximadamente na proporção de 1: 2: 3.

    Uma Menção Honrosa será entregue ao participante que não tenha obtido qualquer outro prêmio, mas ganhou uma pontuação perfeita na resolução de um problema.

    Poderão ser entregues prêmios especiais para a apreentação de soluções particularmente meritórias.

     

    f) Responsabilidades de participação

    Em princípio, cada equipa cobre as despesas de passagem aérea, hospedagem e transporte.

    As equipes chegarão dentro do conjunto de agenda para ser levado ao local do evento.

    Uma equipe que chega fora destas datas devem cobrir o seu próprio transporte para o local do evento.

    Para garantir a reserva de uma equipe no hotel, a equipe deve registar dentro do prazo de inscrição.